quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

A evolução dos cabelos com os efeitos da economia...


" E se Marilyn Monroe estivesse com cabelos castanhos quando seu vestido voou na mítica cena de O Pecado Mora ao Lado? E se Audrey Hepburn, em Bonequinha de Luxo, usasse as madeixas platinadas contrastando com o pretinho Givenchy? Dificilmente o efeito seria o mesmo. A mostra Brune Blonde, em cartaz na Cinémathèque de Paris, explora o simbolismo do cabelo feminino nas telas de cinema.



Ficamos sabendo, por exemplo, que foi no início do século 20 que as loiras deixaram o posto de mocinhas para exercerem também o papel de conquistadoras. Isso graças à industrialização das tinturas, que permitiu a difusão do ideal de beleza nórdico e a invasão de loiras fatais em Hollywood, como Jean Harlow e Veronica Lake.

Esta, aliás, teve de abandonar o peek-a-boo, penteado que a consagrou como musa dos filmes noir nos anos 40, com cabelo dividido ao lado cobrindo metade do rosto, a pedido do governo. Lake era adorada pelas operárias que substituíram os homens que estavam no front, e muitas copiaram o penteado, causando acidentes, pois não enxergavam direito. Eram as precursoras das fashion victims da história, em sentido superliteral. (ISABEL JUNQUEIRA)"

site Globo.com

Alguém ai ja tinha parado para pensar em cabelos sobre esse ponto de vista? Achei a idéia da exposição muito legal. Essa exposição esta acontecendo em Paris, uma pena neh, senão eu ja estava lá lendo e anotando tuuudim!!!

beijos meninas

Nenhum comentário: